Ir para o conteúdo
acessibilidade


access
Página de Acessibilidade
HOJE
Domingo, 23
18°
|
32°

O Município

Localização

Zacarias é um Município brasileiro do estado de São Paulo, que localiza-se a uma latitude 21,05 sul e uma longitude 50,05 oeste. Com as seguintes coordenadas: 21°03' S 50°03'03" O

Geografia: O Município de Zacarias dista 538km da capital, São Paulo. Com localização privilegiada, o mesmo situa-se entre as margens do Ribeirão Santa Barbara e do Rio Tietê. O Município se estende por 319,1km² e conta com cerca de 2.600 habitantes. A densidade demográfica é de 8,5 habitantes por Km² no território do Município. Vizinho dos municípios de Buritama e Planalto.
 

Histórico 

 “O povoado começou com um mineiro, mas acabou se transformando na vila mais baiana das redondezas. Deu provas de ser uma terra arrojada – teve campo de pouso e um avião.

Estamos falando de Zacarias, a cidade, e de Antonio Zacarias, mineiro de Passos, que aos 16 anos saiu de Minas Gerais, junto com a família, para tentar a vida em São Paulo.

            O pai, Zacarias Silvestre, agricultor, acomodou toda a família – o jovem Antonio, a mãe e mais 6 irmãos – num carro de boi, e partiu para a cidade de São João Marinheiro, a 400 quilômetros de distância. Naquela época, nos anos quarenta, a viagem durou dias.

            Vivendo basicamente da terra, a família Zacarias mudou-se, pouco tempo depois, para uma área encravada entre Buritama, Planalto e São Jerônimo (uma pequena vila que já desapareceu). Era o ano de 1941 e aquela área era só mato. Mas na beira do córrego da Ribada, onde se estabeleceu, tinha pasto para o gado e terra boa para plantio de algodão. Além disso, já existia por lá uma grande fazenda, a Caturama, que tinha a imensidão de dois mil alqueires, com uma grande área plantada e uma serraria em funcionamento.

            Antonio, o filho mais velho de seu Silvestre, ergueu a primeira casa – que existe até hoje, na entrada da cidade. E logo deu nome ao lugar de Zacarias, como uma justa homenagem a família pioneira, cujo precursor, o senhor Silvestre, ficou reconhecido pela ajuda que dava aos moradores locais. Foi ele quem construiu a primeira igrejinha, uma igreja evangélica, que ele tratou de chamar de “igreja independente”, hoje pertencente à Congregação Cristã do Brasil.

            Em 1942, um ano depois de sua fundação, começaram a chegar legiões de baianos, interessados na agricultura e no trabalho na serraria da fazenda – de onde saia madeira para a construção das casas. E o que era um amontoado de gente e de pequeninas casas acabou se transformando na Vila Zacarias, que virou distrito de Planalto, em 1948, pela Lei 233, de 24 de dezembro.

            Mas Zacarias tinha um problema grave de acesso a centros mais desenvolvidos, comum às novas vilas.  A 13 quilômetros de Planalto e 14 de Buritama, não havia meios de transporte adequados, nem estradas em condições, para se chegar a essas localidades, onde poderiam ser encontrados, por exemplo, médico e farmácia. Ali, a jardineira só passava uma vez por dia. Não havia correio, nem telefone.

            Mas o povo de Zacarias resolveu esse problema de forma arrojada: se por terra estava difícil, a solução para facilitar o transporte e a comunicação daquela gente tinha que vir de cima – do céu, literalmente.

            Foi feito, assim, um campo de pouso e comprado um avião, o PP-RQB. Mas como ninguém sabia pilotar, foi contratado um piloto de outra cidade, que ia para Zacarias duas vezes por semana para dar aulas de pilotagem.